6 eventos ao vivo

Pela primeira vez, mulheres somam mais de 30% das candidaturas

31 ago 2012
20h38
atualizado às 20h42

O percentual de candidatas mulheres atingiu 32,57% em 2012, e pela primeira vez ultrapassou os 30% da chamada Cota de Gênero, segundo o TSE. A cota estabelecida pela Lei das Eleições de 1997 diz que "cada partido ou coligação preencherá o mínimo de 30% e o máximo de 70% para candidaturas de cada sexo".

O candidato encontrou a Mulher Pêra durante caminhada pelas ruas do Brás
O candidato encontrou a Mulher Pêra durante caminhada pelas ruas do Brás
Foto: Bruno Santos / Terra

Veja o cenário eleitoral nas capitais
Veja os salários dos prefeitos e vereadores das capitais

As candidatas somam 146.059 pleiteantes a prefeitas e vereadoras, enquanto os concorrentes do sexo oposto são um total de 302.348 neste ano. Em 2008, o percentual de mulheres foi de 19,84%, com 77.409 políticas, número ainda menor do que quatro anos antes, quando a participação do sexo feminino atingiu 21,04%, com 81.263 inscritas.

A Lei das Eleições sofreu uma alteração em 2009, momento em que o mínimo de 30% passou a ser obrigatório, ganhando a redação "preencherá", que antes era "deveria preencher". Assim, até o pleito deste ano, as vagas eram reservadas, mas não precisam ser preenchidas para efetivação dos registros da coligação ou legenda.

Fonte: Terra
publicidade