2 eventos ao vivo

Novato em eleições, partido de Kassab terá 1 capital e 496 cidades

29 out 2012
18h15

Registrado oficialmente na Justiça Eleitoral no dia 27 de setembro de 2011, o PSD, partido criado pelo atual prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD), na época no DEM, termina a primeira eleição de sua história com um expressivo número de 497 cidades sob seu comando.

Veja o cenário eleitoral no País
Veja quais prefeitos enfrentarão maioria oposicionista na Câmara
Veja os salários dos prefeitos e vereadores das capitais

Terminada a votação no segundo turno, o PSD possui sob seu comando agora uma capital, Florianópolis, conquistada no último domingo por Cesar Souza Junior. Além disso, a sigla conquistou ao menos uma prefeitura em todos os Estados do país, com exceção de Acre, Roraima e Amapá.

Com isso, o partido se torna o quarto maior em número de prefeituras, atrás apenas de PMDB, com 1.024; PSDB, com 702; e PT, com 635.

Desde sua fundação o PSD trouxe para sua base políticos de renome e até mesmo com mandatos. O fenômeno auxiliou o partido a surgir e manter-se grande apesar de seu pouco tempo de criação, e também enxugou outras legendas, que perderam número significativo de municípios, principalmente o DEM.

O DEM, partido que mais sofreu com a criação do PSD, passou de 496 prefeituras em 2008 para 278 neste ano. Queda considerável teve também o PTB, que passou de 413 para 295 e PP, que agora tem 469 prefeituras, ante 551 na última eleição.

Além de Florianópolis, o PSD conquistou também cidades importantes como Londrina, no Paraná, e Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, também no último domingo.

Norte e Nordeste
Os números mais expressivos foram obtidos pela legenda no Nordeste, onde governará, a partir de 2013, 206 prefeituras. O destaque fica para a Bahia, onde a sigla fez 70 prefeitos, e governará 16,7% das cidades do Estado.

Apesar de um número menor de prefeitos, os resultados da sigla no Amazonas, onde também tem o governador Omar Aziz (PSD), são ainda mais expressivos. Com 24 prefeituras a partir de janeiro do próximo ano, 38,7% dos municípios do Estado estarão sob o comando do partido de Kassab.

No Norte do país, o PSD também teve bom desempenho no Tocantins, onde venceu a eleição em 31 cidades, e terá sob seu comando 22,3% dos municípios do Estado.

O bom desempenho no Amazonas e Tocantins, porém, não se repete nos outros Estados da região Norte. Em Roraima, Acre e Amapá, o PSD não conseguiu eleger nenhum prefeito. Em Rondônia, venceu em apenas duas cidades, enquanto, no Pará, elegeu 11 prefeitos.

Partido do atual prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o PSD conquistou 497 cidades em sua primeiro eleição
Partido do atual prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o PSD conquistou 497 cidades em sua primeiro eleição
Foto: Adriano Lima / Terra
Fonte: Terra
publicidade