6 eventos ao vivo

No Pará, 43 prisões ocorrem e nove urnas apresentam problemas

31 out 2010
17h42
atualizado às 22h45
  • separator

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE) apontou que, até às 16h deste domingo (31), 43 prisões já haviam ocorrido no Estado. Do total, o crime de boca de urna foi reconhecido em 33 delas e o transporte ilegal de eleitores aconteceu em cinco casos.

Os crimes de boca de urna ocorreram nos municípios de Tucuruí e Xinguara, cidade onde foi realizada uma operação policial em comitê do PT em que, de acordo com o corregedor do TRE Ricardo Nunes, "havia material pronto para ser distribuído". Segundo ele, a ação aconteceu a partir de uma denúncia feita à Justiça Eleitoral.

Quatro dos cinco casos de transporte ilegal de eleitores aconteceram nas cidades de Afuá e Oriximiná. As demais prisões foram feitas nos municípios de Curuçá e Tomé-Açu.

Urnas com problemas
O TRE divulgou que apenas nove urnas eletrônicas apresentaram algum problema, das mais de 16,7 mil espalhadas pelo Estado: duas em Redenção, duas em Marabá, três em Ananindeua, uma em Viseu e uma em Acará. Os problemas foram resolvidos e a utilização do sistema manual não se fez necessário.

Segundo as estimativas do tribunal, 60% do eleitorado já havia votado até às 13h, índice acima dos 56% apresentados até esse mesmo horário no primeiro turno.

Candidata à Presidência, Dilma Rousseff (PT) vota
Candidata à Presidência, Dilma Rousseff (PT) vota
Foto: Nilton Vasques/Ag Freelancer / Especial para Terra

Veja também:

Após pressão, Ministério da Saúde anuncia compra da vacina da Pfizer e negociação com a Janssen
Fonte: Terra
publicidade