Eleições

publicidade
03 de outubro de 2010 • 17h36 • atualizado às 20h31

Morre o pai do candidato tucano ao Senado Aécio Neves

Aécio Ferreira da Cunha, pai do ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves, em foto de abril deste ano
Foto: Futura Press
Ney Rubens
Direto de Belo Horizonte

Morreu na tarde deste domingo o pai do ex-governador e candidato ao Senado por Minas Gerais, Aécio Neves. Aécio Ferreira da Cunha, 83 anos, estava internado num hospital de Belo Horizonte, e faleceu devido a insuficiência hepática.

O velório está confirmado para as 7h desta segunda-feira, no Salão Nobre da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, em Belo Horizonte. Aécio Neves, 50 anos, que disputa o Senado pelo seu Estado de origem, votou hoje em Belo Horizonte e já se encontra reunido com a família no hospital.

O governador Antonio Anastasia irá assinar decreto de Luto Oficial por três dias por todo o estado.

Berço político
Aécio Ferreira da Cunha tinha 83 anos e era natural de Teófilo Otoni, cidade do Vale do Mucuri, região nordeste de Minas Gerais. Nascido em 4 de janeiro de 1927, foi casado com Inês Maria de Faria, filha do ex-presidente Tancredo Neves e de Risoleta Neves.

Aécio Ferreira da Cunha graduou-se em Direito e elegeu-se duas vezes Deputado Estadual (1955-1963) e seis vezes Deputado Federal (1963-1987). Era filho de Tristão Ferreira da Cunha, também político mineiro, e de Júlia Versiani Ferreira da Cunha.

Na Câmara, Aécio Ferreira Cunha foi membro das Comissões de Orçamento (em 1971), de Fiscalização Financeira e Tomada de Contas (1971), de Minas e Energia (1974, 1975 e 1979) e de Ciência e Tecnologia (1979).

Especial para Terra