1 evento ao vivo

Marina Silva enfrenta fila ao votar e defende 2º turno em Rio Branco

7 out 2012
12h50
atualizado às 13h17
  • separator
Fabio Pontes
Direto de Rio Branco

A ex-senadora e candidata derrotada à presidência em 2010, Marina Silva (sem partido), votou na manhã cedo neste domingo em Rio Branco. Ela chegou por volta das 10h (hora local) à Superintendência do Incra, onde está localizada sua seção 43ª, na 10ª zona eleitoral. Amigos e simpatizantes fizeram companhia a ela durante o voto. Como não é candidata, Marina precisou ficar na fila como os demais eleitores; ela precisou esperar trinta minutos para chegar até a urna.

Veja o mapa astral dos candidatos a prefeito de SP
Conheça os candidatos a vereador e prefeito de todo o País
Acompanhe as pesquisas eleitorais
Veja o cenário eleitoral nas capitais
Veja os salários dos prefeitos e vereadores das capitais

"Que esta de fato seja a festa da democracia em todo o País. Nos lugares onde há segundo turno é uma oportunidade para o eleitor pensar duas vezes, refletir duas vezes", disse ela. Marina Silva disse estar aberta a conversas em Rio Branco sobre um possível 2º turno. "O que eu quero é o aprofundamento das conquistas", defendeu ela.

Fundadora do PT no Acre, Marina deixou o partido após desgaste durante sua passagem pelo Ministério do Meio Ambiente no governo Luiz Inácio Lula da Silva. O ambientalismo de Marina no governo acabava por se chocar com o desenvolvimentismo no Planalto, capitaneado pela então ministra da Casa Civil Dilma Rousseff.

Marina Silva iniciou sua carreira política em Rio Branco. Eleita vereadora ainda no início dos anos 1990. Logo depois foi para a Assembleia Legislativa e o Senado. Durante a eleição de 2010 recebeu 20 milhões de votos na disputa pela presidência de República.

Marina demorou menos de 30 segundos para registrar o voto na urna. Antes de sair, a ex-senadora cumprimentou os eleitores, fez acenos e foi embora. Ainda hoje ela volta para Brasília, sua atual cidade.

Recentemente em entrevista na capital do Acre, Marina negou que tenha pretensões de disputar uma cadeira do Senado pelo Distrito Federal. "Não tenho pretensões de mudar meu domicílio eleitoral", declarou. Marina também ressaltou não saber se volta a disputar a presidência em 2014.

Eleições 2012
As eleições municipais de 2012, que ocorrem no domingo, 7 de outubro, levarão às urnas mais de 138 milhões de brasileiros aptos a escolher prefeitos e vereadores para um mandato de quatro anos. Em todo o País, são cerca de 436 mil sessões eleitorais, que estarão abertas das 8h às 17h. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mais de 15 mil candidatos a prefeito, 16 mil a vice-prefeito e 481 mil a vereador disputam o pleito.

A votação acontece em 5.568 municípios - somente o Distrito Federal e a ilha de Fernando de Noronha não terão eleição. Em 229 cidades de 24 Estados, os eleitores terão à disposição um novo sistema que vem sendo adotado gradativamente pela Justiça Eleitoral: o voto biométrico.

"O que eu quero é o aprofundamento das conquistas", defendeu a ex-ministra
"O que eu quero é o aprofundamento das conquistas", defendeu a ex-ministra
Foto: Fabio Pontes / Terra

Veja também:

Após pressão, Ministério da Saúde anuncia compra da vacina da Pfizer e negociação com a Janssen
Fonte: Terra
publicidade