Eleições

publicidade
18 de outubro de 2010 • 20h34 • atualizado em 19 de Outubro de 2010 às 07h02

Em entrevista, Jô Soares diz esperar que Marina seja presidente

A ex-candidata à presidência Marina Silva (PV) foi entrevistada por Jô Soares
Foto: Altino Machado / Terra
Altino Machado
Direto de São Paulo

A senadora Marina Silva (PV-AC) é a entrevistada do Programa do Jô, da Rede Globo, que vai ao ar na noite desta segunda-feira(18) após o Jornal da Globo. Ela falou basicamente das histórias narradas em "Marina - A vida por uma causa", livro de reportagem biográfica escrito pela jornalista Marília de Camargo César.

A entrevista, gravada no final da tarde desta segunda, aconteceu no mesmo dia em que completa 16 anos que Marina foi entrevistada pela primeira vez pelo apresentador, quando Jô ainda era do SBT.

Foi a quinta vez que Jô Soares entrevistou Marina Silva. Ela disse que havia gente tentando "folclorizar" o mandato dela quando foi eleita no Acre pela primeira vez, aos 36 anos, se tornando a na senadora mais jovem da história do País.

A senadora não citou o nome, mas o fato envolveu o jornalista Boris Casoy, que criticou na TV o fato de o povo acreano ter eleito uma ex-seringueira para o Senado. Marina disse que depois da primeira entrevista a Jô Soares o Brasil "passou a me ver com muito respeito".

Embora o site do Programa do Jô tenha anunciado que a ex-candidata à presidência da República pelo PV iria falar sobre sua expressiva votação no primeiro turno e suas expectativas para o segundo, não se falou em política. O apresentador argumentou que se fizesse isso ficaria desigual para os dois candidatos que disputam o segundo turno.

"Espero que a próxima será quando você for eleita presidente da República", afirmou Jô Soares no final do programa, ao corrigir que era a quinta e não a quarta vez que entrevistava Marina Silva.

Terra Magazine