2 eventos ao vivo

Eleitor saberá quem doou a candidato, mas não a partido

24 ago 2012
19h00
atualizado às 19h21

Após a divulgação pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da primeira prestação de contas dos candidatos que disputam as prefeituras municipais, os eleitores não terão conhecimento sobre quem realizou doações aos partidos. Apesar da Justiça Eleitoral divulgar a lista parcial pela primeira vez antes da eleição, os partidos não são obrigados a colocar todos os doadores nessa primeira fase.

Veja o cenário eleitoral nas capitais
Veja os salários dos prefeitos e vereadores das capitais

Em cumprimento à Lei de Acesso à Informação, a lista de doadores e fornecedores contêm os dados declarados pelos candidatos em 2 de agosto, quando encerrou-se o prazo para entrega da primeira prestação parcial. Os candidatos têm até o dia 2 de setembro para apresentar a segunda prestação parcial, a ser divulgada na internet no dia posterior. O mesmo não é exigido aos partidos, que podem declarar os fornecedores após o pleito.

Segundo o TSE, os dados declarados podem ser pesquisados por ítens como Estado, município, partido, cargo, nome ou CPF do candidato, nome do doador e valor da receita. É a primeira vez que a Justiça Eleitoral disponibiliza a lista com a identificação dos doadores e fornecedores contratados durante a campanha eleitoral.

Fonte: Terra
publicidade