6 eventos ao vivo

Eleito no PA, Jatene diz que esperança venceu o "desencanto"

1 nov 2010
00h16
atualizado às 03h26
  • separator
Aline Brelaz
Direto de Belém

O governador eleito no Pará, com 55,74% dos votos, Simão Jatene (PSDB), disse que a confiança do povo do Pará foi determinante para sua vitória. "Vi o desencanto pelo atual governo sendo substituído pela esperança", ressaltou Jatene na primeira entrevista após o anúncio de seu retorno ao governo do Pará.

Jatene governou o Estado de 2002 a 2006, mas não disputou a reeleição. Em seu lugar, concorreu Almir Gabriel, que foi derrotado por Ana Júlia Carepa (PT), que perdeu agora para Jatene. Após a coletiva de imprensa, o tucano se dirigiu para o Hangar Centro de Convenções em Belém, onde recebeu o anúncio de sua vitória oficialmente, por meio do próprio presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA), João Maroja.

Simão Jatene afirmou que sua primeira tarefa como governante será "fazer o Estado voltar a funcionar" e que até 31 de dezembro deste ano vai respeitar o governo de Ana Júlia Carepa.

Também disse que espera que a transição de administração seja realizada de forma democrática, como ocorreu quando perdeu a eleição para a petista e garantiu que irá em busca de construir um grande Estado. Mas, que irá propor a ela que o Ministério Público e OAB-PA acompanhem a transição.

O tucano reiterou que pretende ter um bom relacionamento com o governo federal, mesmo sendo de partido de oposição. E garantiu que como governador também vai conversar com todos os deputados eleitos para o parlamento estadual, independente a qual partidos pertençam. "A minha sensação agora é de compromisso renovado", afirmou Simão Jatene.

Derrota
Já a governadora derrotada Ana Júlia Carepa, após a consolidação da apuração também concedeu entrevista, parabenizou o adversário, mas avisou que a partir de 1º de janeiro de 2011 será a líder da oposição no Pará e que vai acompanhar os programas que deixará em curso, além de lutar, segundo ela, para manter os projetos do governo federal para o Estado do Pará, como eclusas de Tucuruí, pavimentação das rodovias Transamazônica e Santarém Cuiabá, Belo Monte e outros. "Foi o governo do Estado que enfrentou e conseguiu trazer Belo Monte sustentável", garantiu Ana Júlia.

Apesar de perder a eleição, ela assegurou que não se sente derrotada."Ele é o vencedor, mas me sinto extremamente feliz porque fiz uma mudança profunda, estrutural no Estado do Pará e essa opção pode ter custado a derrota", afirmou a petista. Ela atribuiu que um dos erros de sua gestão pode ter sido a "pouca divulgação" das obras e programas nos primeiros anos de governo e no primeiro turno da eleição.

O candidato ao governo do Pará, Simão Jatene, votou na manhã de hoje em Belém do Pará
O candidato ao governo do Pará, Simão Jatene, votou na manhã de hoje em Belém do Pará
Foto: Mácio Ferreira / Futura Press

Veja também:

Após pressão, Ministério da Saúde anuncia compra da vacina da Pfizer e negociação com a Janssen
Fonte: Especial para Terra
publicidade