Eleições

publicidade
28 de maio de 2012 • 09h21

Eleições: número de municípios com 2º turno pode chegar a 84

Cidades que podem ter 2º turno aumentam para 5 em relação a 2008

Gonçalo Valduga

O número de municípios brasileiros que podem ter segundo turno nas eleições de outubro aumentou para 82, cinco a mais que no último pleito municipal de 2008, quando 77 cidades com mais de 200 mil eleitores puderam ir às urnas novamente. Esse número, porém, poderá crescer. Segundo os últimos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), levantados até abril, contabilizando os 5.564 municípios do País, mais dois municípios devem se unir à lista até julho, quando o órgão divulga o balanço oficial.

Limeira (SP), segundo 66ª Zona Eleitoral, confirmou que 201.677 cidadãos poderão votar em outubro. Em Governador Valadares (MG), a 118ª Zona informou que o município, atualmente com 197.789, também deve superar a marca. Somando as duas localidades, o número total passaria a 84.

A Constituição Federal ordena que o segundo turno ocorra em municípios com mais de 200 mil eleitores e quando nenhum dos candidatos obtiver a maioria absoluta dos votos (50% mais 1) no primeiro. Nesta edição, mais cinco municípios estão aptos a ampliar o processo eleitoral, se necessário, até 28 de outubro - Barueri (SP), Cascavel (PR), Itaquaquecetuba (SP), Taubaté (SP) e Vitória da Conquista (BA). Em duas capitais, Boa Vista (RR) e Palmas (TO), o vencedor será escolhido logo na primeira etapa, a exemplo de 2008.

São Paulo, com mais de 30,8 milhões de títulos registrados, 22,3% do eleitorado nacional, é o Estado com mais municípios onde pode haver o segundo turno, 25 ao todo. Logo depois, vêm o Rio de Janeiro, com dez, e Minas Gerais, com sete. Em alguns Estados, apenas as capitais têm chances de prolongar a disputa: Rio Branco (AC), Maceió (AL), Manaus (AM), Macapá (AP), Fortaleza (CE), São Luís (MA), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Natal (RN), Porto Velho (RO), Teresina (PI) e Aracaju (SE).

Perto dos 200 mil
Levando em consideração apenas os municípios com mais de 190 mil eleitores, pelo menos quatro estão perto de atingir o número base. Entre eles, estão Santarém (PA), 193.021, Santa Maria (RS), 195.640, Suzano (SP), 192,5 mil, e Paulista (PE), 195.264. No entanto, as zonas eleitorais responsáveis pelas cidades confirmaram que não há expectativas de alcançá-lo nas eleições 2012.

Brasília
Diferente de todos os municípios brasileiros, a capital federal, que conta atualmente com 1.851.626 eleitores (1,3%), não elege representantes para a Câmara Municipal ou Prefeitura. O cidadão de Brasília, ou nas cidades-satélite, somente exerce o direito ao voto em eleições para presidente, governador, senador e deputados. Ao eleger um governador, a população elege também seu prefeito. O próprio dirige a capital e indica representantes para as macrorregiões do Distrito Federal. Além disso, cada macrorregião é dividida em microrregiões, que também possuem representantes indicados.

Terra