PUBLICIDADE

Dilma ganha parabéns de Sarkozy e beijo de Chávez

1 nov 2010 01h26
| atualizado às 04h53
Publicidade

Após ter sua vitória consolidada neste domingo (31), a presidente eleita do Brasil, Dilma Rousseff (PT), recebeu os cumprimentos e saudações de presidentes e chefes de Estados. O presidente francês, Nicolas Sarkozy, manifestou suas "muito cálidas felicitações" a Dilma por sua vitória, em um comunicado oficial.

 A presidente eleita do Brasil, Dilma Rousseff (foto) concedeu na noite de hoje, em Brasília, DF, uma coletiva de imprensa para comemorar sua eleição após a apuração dos votos
A presidente eleita do Brasil, Dilma Rousseff (foto) concedeu na noite de hoje, em Brasília, DF, uma coletiva de imprensa para comemorar sua eleição após a apuração dos votos
Foto: AP

Para Sarkozy, a eleição de Dilma reflete o "reconhecimento do povo brasileiro pelo considerável trabalho feito pelo presidente Lula para fazer do Brasil um País moderno e mais justo".

O presidente do governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, enviou neste domingo um telegrama à presidente eleita, parabenizando-a pela vitória e se comprometendo a seguir trabalhando para que relação bilateral entre Brasil e Espanha continue "magnífica".

Fontes do governo espanhol informaram que o chefe do Executivo, em sua primeira mensagem de felicitação àquela que será a primeira mulher a governar o Brasil, desejou sucesso a Dilma. "Seguiremos trabalhando para que as relações entre nossos dois países continuem em um nível magnífico", disse Zapatero em seu telegrama.

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, expressou sua satisfação pela vitória eleitoral da candidata governista, dando-lhe boas-vindas "ao clube" e afirmando que ela se tornará "uma gigante".

"Vou mandar este beijo para a minha querida Dilma", disse Chávez, ao encerrar a transmissão de seu programa dominical Alô, Presidente.

Aníbal Cavaco Silva, presidente de Portugal, felicitou Dilma e se mostrou seguro de que seu mandato constituirá "uma renovada oportunidade" para aprofundar as relações bilaterais.

Em mensagem, Cavaco transmite as "mais efusivas felicitações" em seu nome e em nome do povo português, e deseja à governante recém eleita "o maior sucesso" no exercício de suas funções.

A presidente argentina, Cristina Kirchner, telefonou para a presidente eleita do Brasil para dar os parabéns pela vitória nas eleições deste domingo e dar as boas-vindas ao "clube de companheiras de gênero".

Cristina também falou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a quem deu os parabéns pelo desempenho eleitoral do PT e agradeceu pelo papel do Brasil na América Latina, segundo fontes oficiais citadas pela agência estatal argentina Télam.

O presidente da Bolívia, Evo Morales, felicitou a presidente eleita do Brasil, Dilma Rousseff, pouco depois da confirmação oficial do resultado do segundo turno.

"É a vitória da democracia na América Latina e a confirmação da opção pelas mudanças", disse o presidente boliviano, Evo Morales, em La Paz, segundo a Agência Boliviana de Informação (ABI).

Em El Salvador, o presidente Mauricio Funes expressou sua "alegria" pelo triunfo de Dilma e parabenizou o povo brasileiro por "uma nova mostra de maturidade democrática".

"Quero expressar minha alegria e a de meu governo pelo triunfo de um projeto que recebeu grande apoio da maioria dos cidadãos. Hoje foi completada uma jornada inesquecível para o povo brasileiro, que elegeu pela primeira vez em sua história uma mulher para dirigir o destino dessa grande nação", disse Funes por meio de nota oficial.

Com informações das agências EFE, AFP e BBC Brasil

Fonte: Redação Terra
Publicidade