PUBLICIDADE

Dilma diz que não brincará com inflação e manterá metas

1 nov 2010 20h04
| atualizado às 22h26
Publicidade

Um dia após sua eleição para a presidência da República, Dilma Rousseff (PT) disse ao Jornal da Record que não brincará com a inflação e que manterá o controle de gastos públicos. "Nós não brincaremos com a inflação, nós seremos um governo que terá, portanto, metas inflacionárias, da mesma forma que teve o governo Lula", disse. Sobre o câmbio, ela disse que "o princípio vigente no mundo é o câmbio flutuante", afirmou acrescentando que vai levar a sério a guerra cambial. "Eu manterei o controle do gasto público, porque a característica principal de um governo no mundo de hoje é não gastar o que não tem para gastar".

Dilma disse ainda que é um grande impacto assumir o principal cargo do País e que "é uma missão muito importante". "Eu acredito que vai ser um momento ao mesmo tempo alegre e um momento triste porque o grande momento tem essa capacidade de misturar os dois sentimentos".

Depois de falar sobre a liberdade de imprensa em seu primeiro pronunciamento, Dilma voltou a declarar que a comunicação no País deve ser livre e não deve sofrer qualquer tipo de censura. "O controle remoto é o melhor controle que pode por parte da população em relação à mídia".

Dilma Rousseff foi eleita na noite deste domingo (31) a primeira presidente mulher do Brasil com 56,05%, enquanto seu adversário José Serra (PSDB) obteve 43,95% dos votos.

Com informações da Reuters

A presidente eleita Dilma Rousseff e o vice Michel Temer
A presidente eleita Dilma Rousseff e o vice Michel Temer
Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil
Fonte: Terra
Publicidade