PUBLICIDADE

Cabral: PMDB deve discutir políticas públicas e não cargos

1 nov 2010 14h16
Publicidade

O governador reeleito do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), afirmou que no governo da presidente eleita Dilma Rousseff (PT), o PMDB deve ser reconhecido pela discussão de políticas públicas e não pela negociação de cargos.

Em discurso sobre a eleição de Dilma, nesta segunda-feira (1), Cabral defendeu um governo de coalizão, derivado da discussão dessas políticas.

"Nomes são consequência de políticas públicas", disse ao acrescentar que, no próximo mandato presidencial, o PMDB será um partido de apoio. Para isso, Cabral citou a importância do vice-presidente de Dilma, Michel Temer (PMDB).

O governador fez as afirmações após a inauguração da estação de metrô Cidade Nova, no centro da capital fluminense.

Presidente Lula e a presidente eleita, Dilma Rousseff, comemoram nesta madrugada a vitória no Palácio da Alvorada
Presidente Lula e a presidente eleita, Dilma Rousseff, comemoram nesta madrugada a vitória no Palácio da Alvorada
Foto: Ricardo Stuckert / Divulgação
Agência Brasil Agência Brasil
Publicidade