0

É um desafio fazer uma campanha sem Lula, diz Dirceu

22 nov 2009
15h43
atualizado às 17h37

O ex-ministro-chefe da Casa Civil e deputado cassado José Dirceu (PT) afirmou neste domingo que vê a campanha presidencial nas eleições de 2010 como um desafio, pois será a primeira vez que o presidente Luiz Inacio Lula da Silva não concorrerá. "É um desafio fazer uma campanha sem Lula. Acho que esta será uma eleição difícil. Não subestimo nem o (José) Serra (governador de São Paulo) ou o Aécio Neves, (governador de Minas Gerais)", afirmou.

Para Dirceu, as eleições presidenciais serão favoráveis ao PT. "Tenho uma intuição de que saíremos bem. A Dilma é aprovada por todo o partido com unanimidade, tem 20% dos votos e temos grandes alianças", disse.

De acordo com ele, a sua percepção é de que os brasileiros votarão na provável candidatura da ministra Dilma Rousseff por querer "que as coisas continuem no rumo que estão", e completou "tenho viajado muito pelo Brasil e sinto que há grandes chances. Agora falta fazer campanha, mas isso o PT sabe fazer". Dirceu afirmou que estará "à disposição do partido para o que for necessário".

O ex-ministro votou hoje, em São Paulo, na eleição para escolher os novos diretores do Partido dos Trabalhadores.

Agência Brasil Agência Brasil
publicidade