PUBLICIDADE

Dilma tem apoio dos brasileiros para vetar Código Florestal, diz Marina

11 mai 2012 14h40
| atualizado às 14h46
Publicidade

Dilma Rousseff tem duas semanas para se posicionar sobre o novo Código Florestal, aprovado em 25 de abril na Câmara dos Deputados. E com a proximidade da Rio+20, a pressão para que a presidente do Brasil vete a lei aumenta a cada dia. A ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, afirma que Dilma tem o apoio da sociedade brasileira para barrar o Código.

"A presidente Dilma assumiu um compromisso assinado de seu próprio punho durante o segundo turno da eleição de 2010, que a elegeu presidente da República. Ela disse que vetaria todo e qualquer projeto de lei que significasse a anistia para os que desmataram ilegalmente, a diminuição da proteção e o aumento do desmatamento", garante Marina.

O protesto do Greenpeace é contra o novo Código Florestal brasileiro, aprovado pela ela Câmara dos Deputados
O protesto do Greenpeace é contra o novo Código Florestal brasileiro, aprovado pela ela Câmara dos Deputados
Foto: Evaristo Sá / AFP

A ex-ministra explica que a lei aprovada reduz a proteção das florestas brasileiras e anistia todos aqueles que desmataram ilegalmente até 2008. Para Marina, a lei precisa ser vetada completamente pela presidente. "Do mesmo jeito que nós estamos preocupados em proteger a Amazônia, cada um deve se esforçar para somar positivamente para todo o planeta", completa.

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
Publicidade