0

Dilma enaltece órgãos brasileiros em conferência anticorrupção

7 nov 2012
11h45
atualizado às 11h54
  • separator
  • comentários
Gustavo Gantois
Direto de Brasília

No dia em que o Supremo Tribunal Federal (STF) retoma o julgamento do mensalão, a presidente Dilma Rousseff participou na manhã desta quarta-feira da abertura da 15ª Conferência Internacional Anticorrupção, em Brasília. Falando a um público de 1,5 mil pessoas de 130 países e citando órgãos como a Controladoria-Geral da União, a Polícia Federal e o Ministério Público, Dilma destacou o trabalho do governo brasileiro na prevenção e combate aos desvios.

"No Brasil, a prevenção e combate à corrupção são hoje práticas de Estado. Nosso governo dá respaldo aos órgãos de controle. O Portal da Transparência expõe na internet, a cada dia, os gastos de todos os órgãos federais realizados no dia anterior. Uma outra lei é a da Ficha Limpa. A Lei de Acesso à Informação, que acreditamos ser uma das mais avançadas do mundo, sujeita todos os poderes e entes da federação ao amplo acesso dos dados da gestão e dos gastos. Todo esse aparato é baseado na nossa convicção de que precisamos da transparência para aprimorar a governança e a gestão. Quanto maior a transparência, maior a possibilidade de controle", afirmou a presidente.

Apesar dos elogios aos recursos do Estado, Dilma ressaltou que há exageros nas recentes denúncias de corrupção e que isso tem alterado a percepção da política na sociedade. "O combate ao malfeito não pode ser usado para atacar a credibilidade da ação política, tão importante nas sociedades modernas. O discurso anticorrupção não pode ser confundido com o discurso anti-política ou anti-Estado. O Estado é o destinatário privilegiado das mobilizações por transparência. E isso ocorre pela quantidade de informações e ações que afetam a vida de milhões de pessoas. Por isso, todas essas ações que constroem a transparência são essenciais à democracia", disse.

Obama
Em seu discurso, Dilma ainda parabenizou o povo americano e o presidente reeleito Barack Obama pelas eleições realizada ontem. Ao deixar a cerimônia, a presidente afirmou que vai parabenizar Obama pela vitória nos Estados Unidos. "Eu vou dar os parabéns a ele", disse, fazendo o formato de coração com as mãos.

IACC
A Conferência Internacional Anticorrupção (IACC) foi criada para promover a cooperação internacional entre as organizações que atuam no combate à corrupção em todas as regiões do mundo. Dessa forma, o evento tem por objetivo discutir boas práticas, compartilhar experiências e traçar estratégias comuns para o desenvolvimento de medidas de prevenção e combate à corrupção.

O Brasil foi convidado pela Transparência Internacional - uma das organizadoras da IACC, juntamente com a Controladoria-Geral da União (CGU) - a sediar a 15ª edição do evento pela importância que o País tem atribuído à luta contra a corrupção e pelo seu protagonismo e liderança nessa área.

A IACC é realizada a cada dois anos e sua última edição - em Bangcoc, na Tailândia - reuniu cerca de 1,5 mil pessoas de 135 países, dentre elas chefes de Estado, sociedade civil e o setores público e privado.

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade