0

Dilma é recebida por Nieto no início da visita ao México

Presidente do Brasil busca impulsionar a relação entre os países

26 mai 2015
15h35
atualizado às 16h20
  • separator
  • comentários

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, recebeu nesta terça-feira a presidente Dilma Rousseff, que realiza sua primeira visita de Estado ao país com o objetivo de fortalecer a relação bilateral.

Dilma visita o México
Dilma visita o México
Foto:

Em cerimônia de boas-vindas realizada no Palácio Nacional, sede do Executivo mexicano, os líderes passaram as tropas em revista antes de realizar seu primeiro encontro no marco desta visita, embora ambos já tenham se encontrado outras quatro vezes em ocasiões anteriores.

Siga Terra Notícias no Twitter

O ato começou com meia hora de atraso porque Peña Nieto retornou hoje à capital do país depois de uma viagem-relâmpago a Ciudad Acuña para percorrer a área devastada por um tornado que deixou 13 mortos, um menor desaparecido e numerosos danos materiais.

Ao término da reunião, Dilma e Peña Nieto participarão da assinatura de vários convênios para promover investimentos recíprocos, um sobre serviços aéreos e outro que busca impulsionar o turismo, e farão uma declaração aos meios de comunicação. Depois, o líder mexicano oferecerá um almoço em homenagem a Dilma, após o que prestigiarão a cerimônia de encerramento de um seminário de empresários de ambos países. A presidente também deve participar amanhã em uma sessão solene no Congresso mexicano antes de retornar ao país.

Em mensagem publicada em sua conta no Twitter, Peña Nieto expressou hoje sua convicção que esta visita de Estado representará uma nova etapa na relação entre ambos países. México e Brasil representam em conjunto 62% do Produto Interno Bruto (PIB) da região, 55% de sua população e também 55% de seu território.

Em 2014 a troca bilateral foi de US$ 9,213 bilhões, um número considerado baixo por ambos países, que representam as duas maiores economias da América Latina. 

Segundo dados oficiais, o México investe no Brasil mais de US$ 30 bilhões, enquanto os capitais brasileiros neste país somam US$ 2 bilhões.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade