0

Dilma copia slogan de Campos e fala em 'fazer cada vez mais'

28 abr 2013
08h25
atualizado às 08h44
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A presidente Dilma Rousseff adotou um slogan muito parecido com o do governador pernambucano Eduardo Campos (PSB), seu possível adversário em 2014, no programa de TV que iniciou no sábado e vai de novo ao ar dias 30 de abril e 2 e 4 de maio. Dilma repete várias vezes que "é possível fazer cada vez mais", segundo a Folha de S. Paulo - o futuro adversário, que por enquanto ainda é da base aliada, usa "é possível fazer mais". O comercial de 30 segundos foi elaborado pelo marqueteiro João Santana, que criou a campanha tentando atacar a imagem do 'algo novo', uma das vantagens competitivas que Campos tem hoje que o PT teve no passado, e mostrar que a legenda da presidente ainda tem o potencial da década anterior.

<p>Movimentos sociais e ativistas de diversos grupos realizaram na noite desta quinta-feira, na Praça Roosevelt, no centro de São Paulo, a primeira "audiência pública" da Comissão Extraordinária de Direitos Humanos e Minorias, que se propõem a ser um espaço para debater os temas "proibidos" pelo deputado federal Marco Feliciano. Em debate promovido pelos grupos Existe Amor em SP, Coletivo Pedra no Sapato e da organização não-governamental Conectas, o cartunista Laerte e o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) protestaram contra a onda de "conservadorismo fundamentalista" crescente no Brasil e contra a "campanha difamatória" contra as minorias nas redes sociais, sobretudo contra os homossexuais</p>
Movimentos sociais e ativistas de diversos grupos realizaram na noite desta quinta-feira, na Praça Roosevelt, no centro de São Paulo, a primeira "audiência pública" da Comissão Extraordinária de Direitos Humanos e Minorias, que se propõem a ser um espaço para debater os temas "proibidos" pelo deputado federal Marco Feliciano. Em debate promovido pelos grupos Existe Amor em SP, Coletivo Pedra no Sapato e da organização não-governamental Conectas, o cartunista Laerte e o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) protestaram contra a onda de "conservadorismo fundamentalista" crescente no Brasil e contra a "campanha difamatória" contra as minorias nas redes sociais, sobretudo contra os homossexuais
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Lula aparece com frequência, o que pode ser atribuído ao tema dos anúncios: o aniversário de 10 anos do PT no governo nacional. O ex-presidente Lula diz, no vídeo que "os brasileiros já aprenderam", e Dilma completa com seu slogan. A presidente também lista benefícios que o povo já tem, como "a geladeira, a casinha, o carro", além de "curso médio, a universidade, depois o doutorado no exterior", O filme comercial também busca mostrar inovação, saindo dos enquadramentos próximos aos rostos dos políticos e usando sobreposição de imagens, por exemplo. A presidente Dilma é apresentada como a chefe de Executivo que "ampliou o Bolsa Família" e que está "moralizando o setor público".

 

Veja também:

Polícia investiga ação do PCC nas eleições em SP
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade