1 evento ao vivo

Dilma convida Medvedev para o carnaval do Brasil

13 dez 2012
12h10
atualizado às 12h28
  • separator
  • comentários
Dilma encontrou-se nesta quinta-feira com o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, em Moscou
Dilma encontrou-se nesta quinta-feira com o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, em Moscou
Foto: Roberto Stuckert Filho / Divulgação

 

A presidente Dilma Rousseff, de visita oficial à Rússia, convidou nesta quinta-feira o primeiro-ministro do país, Dmitri Medvedev, a visitar o Brasil durante o Carnaval do próximo ano. O premiê russo agradeceu o convite e disse que "há todas as bases para celebrar" em fevereiro a comissão bilateral russo-brasileira e fazê-la coincidir com a festa popular. "Obrigado pelo convite de ver o Carnaval, seria algo muito interessante", disse Medvedev, que também propôs elaborar para então um roteiro da cooperação bilateral que poderia ser assinado no Brasil em fevereiro.
 
O primeiro-ministro russo constatou que as relações entre os dois países "estão em um alto nível". "Mas isto não significa que não tenhamos questões e projetos (pendentes) que pudessem se transformar no motor do desenvolvimento de nossas relações nos próximos anos", acrescentou. Por sua vez, a presidente manifestou sua esperança de que os dois países estendam sua cooperação no marco dos diferentes organismos internacionais.
 
"Colaboramos estreitamente no marco do G20 e do grupo Brics, no âmbito do Fundo Monetário Internacional, e acho que essa cooperação ajudará a consolidar estes contatos, para o que contribuirá a presidência da Rússia no G20", ressaltou Dilma. As conversas dela com Medvedev abordam um amplo espectro de assuntos relativos ao desenvolvimento da cooperação bilateral nos âmbitos econômico-comercial, científico-técnico e cultural, entre outros, segundo o governo russo.
 
O ponto alto da visita de Dilma a Moscou será a reunião que terá amanhã no Kremlin com seu colega russo, Vladimir Putin, com vários temas sobre a mesa. Segundo a presidência russa, nas conversas serão analisadas as possibilidades de aprofundar a "associação estratégica" em campos como energia, pesquisa do espaço e cooperação técnico-científica. Ambos os países são membros do grupo Brics, organização de economias emergentes cuja primeira cúpula foi realizada em 2009 e na qual também participam Índia, China e África do Sul.
 
O programa da visita de Dilma a Moscou inclui sua participação no encerramento do fórum de negócios "Rússia-Brasil: Fortalecimento da associação estratégica".
EFE   
  • separator
  • comentários
publicidade