0

Dilma anuncia Juca Ferreira para o Ministério da Cultura

30 dez 2014
19h47
atualizado às 20h09
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Juca Ferreira esteve à frente do Ministério da Cultura na mesma época de Gil, entre 2003 e 2010</p>
Juca Ferreira esteve à frente do Ministério da Cultura na mesma época de Gil, entre 2003 e 2010
Foto: Leo Franco / AgNews

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta terça-feira que o sociólogo Juca Ferreira voltará ao Ministério da Cultura. Ele foi titular da pasta durante o segundo mandato de Luiz Inácio Lula da Silva.

Juca atualmente é secretário de Cultura da prefeitura de São Paulo, na gestão do petista Fernando Haddad. Segundo nota oficial, Dilma agradeceu a dedicação da ministra interina Ana Cristina da Cunha Wanzeler, que comandou o ministério após a saída de Marta Suplicy.

O sociólogo foi coordenador da área de Cultura da campanha da presidente Dilma Rousseff e articulou o apoio de artistas. Baiano, de 65 anos, Juca assumiu o Ministério da Cultura após a saída de Gilberto Gil em 2008, de quem foi secretario-executivo. Em 2012, decidiu sair do PV e se filiar ao PT.

Juca foi o 25º ministro confirmado pela presidente Dilma Rousseff para seu segundo mandato. A expectativa era que ela concluísse a reforma ministerial ainda nesta terça-feira, mas a nota oficial do Palácio do Planalto trouxe apenas o nome do titular da Cultura.

Dilma ainda precisa confirmar outros 14 ministros. A tendência é que mantenha parte dos titulares, como Aloizio Mercadante (Casa Civil), José Eduardo Cardozo (Justiça) e Arthur Chioro (Saúde). O nome de Ideli Salvatti, cotada para continuar na Secretaria de Direitos Humanos, sofreu resistência de militantes do PT ligados ao setor.

Veja quem são os 25 ministros já confirmados:
 

1- Joaquim Levy (Fazenda)
2 - Nelson Barbosa (Planejamento)
3 - Alexandre Tombini (Banco Central)
4 - Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento)
5 - Armando Monteiro (Desenvolvimento, Indústria e comércio)
6- Aldo Rebelo (Ciência e Tecnologia)
7 -Cid Gomes (Educação)
8 - Edinho Araújo (Secretaria de Portos)
9 - Eduardo Braga (Minas e Energia)
10- Eliseu Padilha (Secretaria de Aviação Civil)
11 - George Hilton (Esporte)
12- Gilberto Kassab (Cidades)
13 - Helder Barbalho (Secretaria de Pesca eAquicultura)
14 - Jaques Wagner (Defesa)
15 - Nilma Lino Gomes (Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial)
16 - Valdir Simão (Controladoria Geral da União)
17 - Vinicius Lajes (Turismo)
18 - Antônio Carlos Rodrigues (Transportes)
19 - Gilberto Occhi (Integração)
20 - Miguel Rossetto (Secretaria Geral)
21 - Patrus Ananias (Desenvolvimento Agrário)
22 - Pepe Vargas (Relações Institucionais)
23 - Ricardo Berzoini (Comunicações)
24 - Carlos Gabas (Previdência)
25 - Juca Ferreira (Cultura)

Veja também:

Senadora Simone Tebet (MDB-MS) defende representatividade mínima de 30% de mulheres na direção dos partidos
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade