0

Com viagem de Dilma, Renan Calheiros assume a Presidência da República

23 mai 2013
14h53
atualizado às 14h53
  • separator
  • comentários

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), deve assumir a partir desta sexta-feira a presidência do Brasil. Apesar de ser o quarto na linha de sucessão, compromissos simultâneos na agenda dos demais sucessores proporcionaram a coincidência. Renan assume o cargo devido a viagens internacionais da presidente Dilma Rousseff, do vice-presidente, Michel Temer (PMDB), e do presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB). Dilma parte nesta quinta-feira para a Etiópia, onde participa da comemoração do Jubileu de Ouro da União Africana.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, Dilma é a convidada especial da festa que acontece em Adis Abeba, capital da Etiópia. A presidente brasileira será recebida pelo atual presidente da organização e primeiro-ministro da Etiópia, Hailemariam Desalegn.

Já o vice-presidente, Michel Temer, representará o Brasil na cerimônia de posse do terceiro mandato do presidente do Equador, Rafael Correa, nesta sexta-feira, em Quito. A solenidade de posse de Correa vai reunir pelo menos 14 chefes de Estado. Confirmaram presença os presidentes Mahmoud Ahmadinejad, do Irã; Nicolás Maduro, da Venezuela; Laura Chinchilla, da Costa Rica; Ollanta Humala, do Peru e Porfirio Lobo de Honduras.

O terceiro na linha de sucessão, o presidente da Câmara, Henrique Alves, continua a sua viagem oficial pelos Estados Unidos. Em solo americano, Alves agendou encontros com o presidente Casa dos Representantes dos Estados Unidos, John Boehner, e com os integrantes da Comissão de Relações Exteriores. A agenda oficial do deputado nos EUA termina nesta quinta.

A volta do vice-presidente ao Brasil está prevista para sábado e o retorno da presidente à Brasília está agendado para domingo.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade