0

Chávez e Hillary têm conversa 'amigável' na posse de Dilma

1 jan 2011
20h16
atualizado em 2/1/2011 às 00h22

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, e a secretária americana de Estado, Hillary Clinton, conversaram durante cerca de cinco minutos neste sábado, durante a posse de Dilma Rousseff, constataram os fotógrafos da AFP em Brasília.

Chávez e Hillary conversam durante a posse da presidente Dilma Rousseff em Brasília
Chávez e Hillary conversam durante a posse da presidente Dilma Rousseff em Brasília
Foto: AFP

"Conversaram e sorriram, ao menos por cinco minutos. Foi uma conversa relaxada, ambos estavam sorrindo", confirmou à AFP um funcionário do governo brasileiro, que pediu para não ser identificado. Durante o diálogo, Hillary Clinton foi cumprimentada pelo presidente do Chile, Sebastián Piñera, que saudou calorosamente, e pelo líder colombiano, Juan Manuel Santos.

A conversa ocorreu quando Dilma recebia as autoridades internacionais que vieram para sua posse. O encontro "amigável" entre Chávez e Hillary Clinton acontece após Washington revogar o visto do embaixador da Venezuela nos Estados Unidos, Bernardo Álvarez, em reação à negativa do "agreement" ao diplomata Larry Palmer, escalado para a embaixada dos EUA em Caracas.

Na quarta-feira passada, Chávez desafiou os Estados Unidos a "cortar relações diplomáticas", e disse que negou o "agreement" a Larry Palmer porque o embaixador ofendeu "as Forças Armadas venezuelanas" em sua audiência no Senado americano, quando afirmou que na Venezuela há guerrilheiros colombianos e que os militares são influenciados por Cuba.

Segundo o departamento americano de Estado, Washington não tem a intenção de nomear um substituto para Palmer, que deve ser confirmado pelo Senado nos próximos dias.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade