7 eventos ao vivo

Chávez diz estar 'feliz' com posse de Dilma e se declara feminista

1 jan 2011
16h37
atualizado às 21h08
Claudia Andrade
Luciana Cobucci

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, falou brevemente com a imprensa, após a cerimônia de posse de Dilma no Congresso Nacional, na tarde deste sábado. Chávez afirmou estar "muito feliz" com a posse e se declarou um "feminista".

"Como diria Simón Bolivar, as mulher são superiores aos homens, eu acredito nisso. Sou um feminista e quando eu entregar a presidência da Venezuela, espero entregar a uma mulher. As mulheres mandam melhor que os homens".

Em entrevista à TV Senado, ele confirmou que deve se reunir com a presidente, mas não soube dizer quando. "Não tenho agenda, estou sob as ordens de Dilma", afirmou Chávez. Uma série de encontros de Dilma com líderes internacionais estão previstos para domingo.

Chávez compareceu à posse em um momento de crise diplomática com os Estados Unidos. A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, personagem também do conflito, era esperada para a cerimônia, mas não esteve presente no Congresso - ela cumprimentou Dilma no Palácio do Planalto.

A causa da nova crise diplomática foi o fato de Hugo Chávez ter rejeitado recentemente o nome do diplomata americano indicado para a embaixada em Caracas, Larry Palmer. Em resposta a essa negativa, o governo dos Estados Unidos cancelou o visto do embaixador venezuelano em Washington, Bernardo Álvarez Herrera.

Hugo Chávez vetou a designação de Palmer por causa de declarações do diplomata ao Senado norte-americano durante o processo de ratificação. Palmer disse que era preciso investigar a presença de guerrilhas colombianas na Venezuela e que o Exército venezuelano tem moral baixo e é influenciado por Cuba.

Irritado com as declarações de Palmer, Chávez não permitiu que o novo embaixador americano assumisse o posto em Caracas. Ao comentar a decisão, o presidente da Venezuela disse, em 29 de dezembro, que o país precisava ser respeitado e que os Estados Unidos ameaçavam retaliações.

A primeira mulher eleita presidente do Brasil, Dilma Rousseff, tomou posse neste sábado, com a presença de mais de 300 autoridades. estrangeiras.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade