2 eventos ao vivo

Campanha de Dilma pagou R$ 6 mi a gráfica sem funcionário

Rede Seg Gráfica e Editora aparece como a oitava fornecedora que mais recebeu dinheiro da campanha petista no ano passado à presidência

30 jul 2015
10h38
  • separator
  • 0
  • comentários

A campanha da presidente Dilma Rousseff à reeleição pagou R$ 6,15 milhões a uma gráfica que não tem nenhum funcionário registrado, de acordo com informações publicadas nesta quinta-feira pelo jornal Folha de S. Paulo. A Rede Seg Gráfica e Editora, de São Paulo, aparece como a oitava fornecedora que mais recebeu dinheiro da campanha petista no ano passado à presidência.

Presidente Dilma Rousseff durante discurso de posse de seu segundo mandato
Presidente Dilma Rousseff durante discurso de posse de seu segundo mandato
Foto: Felipe Costa / Futura Press

Siga o Terra Notícias no Twitter

Documentos obtidos pelo jornal apontam como presidente da gráfica o motorista Vivaldo Dias da Silva, que em 2013 recebia R$ 1.490. A situação da gráfica foi descoberta após funcionários do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cruzarem informações da empresa com o banco de dados do Ministério do Trabalho.

Com isso, surgiu a suspeita de que a empresa não tinha estrutura necessária para entregar os serviços pelos quais foi remunerada pelo partido.

As contas da campanha da presidente Dilma foram aprovadas com ressalvas pela Justiça Eleitoral em dezembro.

Outro lado
A Secretaria de Comunicação Social da Presidência informou que a campanha de Dilma recebeu propostas de prestação de serviços e selecionou as empresas que apresentaram preços mais baixos. Não foi informado qual serviço foi entregue pela gráfica.

A Rede Seg Gráfica e Editora disse que contratou funcionários terceirizados durante a campanha e que não há qualquer irregularidade em suas atividades.

Dilma Rousseff é hostilizada e chamada de assassina nos EUA

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade