0

Câmara realizará audiência pública sobre caso Uniban

11 nov 2009
14h39
atualizado às 15h18
  • separator
  • comentários

A Comissão de Educação e Cultura aprovou nesta quarta-feira requerimento para realização de audiência pública para debater a responsabilidade das instituições de ensino superior em relação aos direitos humanos. O debate foi motivado pelo caso da Uniban, em que a aluna de Turismo Geisy Arruda precisou sair do campus escoltada pela polícia após ser hostilizada e xingada por causa do vestido que usava.

A estudante Geisy Arruda posa com o vestido que provocou a polêmica na Uniban
A estudante Geisy Arruda posa com o vestido que provocou a polêmica na Uniban
Foto: AP

O deputado Ivan Valente (Psol-SP), autor da proposta com a deputada Angela Portela (PT-RR), questionou o papel das instituições de ensino superior na formação dos jovens. Para Valente, transformar a vítima em ré é uma atitude inadmissível da direção da Uniban. No último fim de semana, a universidade informou que desligaria a aluna de seus quadros "em razão do flagrante desrespeito aos princípios éticos da dignidade acadêmica e à moralidade". Mas nesta segunda-feira, a faculdade decidiu revogar a decisão.

A audiência pública será conjunta com a Comissão de Direitos Humanos e Minorias, e deve contar com a participação da secretária de Ensino Superior do Ministério da Educação, Maria Paula Dallari Bucci, da ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Nilcéa Freire, da reitoria da Uniban, da antropóloga e professora da Universidade de Brasília Débora Diniz, e da diretora de Mulheres da União Nacional dos Estudantes, Roberta Costa.

O deputado Ivan Valente explicou que não propôs convite à estudante Geisy Arruda para não constrange-la ainda mais.

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade