0

Brasil cobra explicações dos EUA sobre caso de espionagem

7 jul 2013
15h16
atualizado às 15h33
  • separator
  • 0
  • comentários

A diplomacia brasileira reagiu com “preocupação” à denúncia de que os Estados Unidos, por meio da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês), teria espionado milhões de e-mails e telefonemas de brasileiros e cobrou explicações do governo americano. O caso foi revelado pelo jornal O Globo, que teve acesso a documentos coletados pelo ex-técnico da Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA), Edward Snowden.
 
“O governo brasileiro recebeu com grave preocupação a notícia de que as comunicações eletrônicas e telefônicas de cidadãos brasileiros estariam sendo objeto de espionagem por órgãos de inteligência norte-americanos”, afirmou Patriota à imprensa, em Paraty (RJ). O teor da declaração foi divulgado em seguida pela assessoria de imprensa do Itamaraty.
 
“O Governo brasileiro solicitou esclarecimentos ao governo norte-americano por intermédio da Embaixada do Brasil em Washington, assim como ao Embaixador dos Estados Unidos no Brasil”, acrescentou o ministro.
 
Além das explicações cobradas de Washington, Patriota disse ainda que o Brasil vai atuar na esfera multilateral para o “aperfeiçoamento” das regras sobre segurança nas telecomunicações, por meio da União Internacional de Telecomunicações (UIT).
 
Nas Nações Unidas, o País vai agir para “proibir abusos e impedir a invasão da privacidade dos usuários das redes virtuais de comunicação, estabelecendo normas claras de comportamento dos Estados na área de informação e telecomunicações para garantir segurança cibernética que proteja os direitos dos cidadãos e preserve  a soberania de todos os países”.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade