0

Após 'Dia do Orgulho Hétero', vereador de SP quer banheiro gay

8 fev 2012
08h52
atualizado às 09h00
  • separator
  • comentários

O vereador Carlos Apolinário (DEM), que no ano passado quase conseguiu que virasse lei o seu projeto de criar em São Paulo o Dia do Orgulho Heterossexual, agora propõe a criação do banheiro "unissex" em locais públicos para gays, lésbicas, travestis e quem mais quiser. O terceiro banheiro passaria a ser uma exigência da prefeitura para autorizar a construção ou reforma de shoppings, cinemas e casas noturnas em geral. De acordo com o vereador, a ideia surgiu ao saber da polêmica que o cartunista Laerte Coutinho, que se veste de mulher há três anos, se envolveu ao tentar usar o banheiro feminino de uma pizzaria e lanchonete. As informações são do jornal Folha de S. Paulo .

Para o vereador, esse uso é inaceitável. "Se qualquer cidadão do sexo masculino disser que está se sentindo mulher naquele dia, pode entrar no banheiro feminino. Às vezes, pode ser até um cidadão sem vergonha, mau caráter, que nem tem essa opção sexual", disse. O cartunista Laerte considerou o projeto como um ato discriminatório. "É uma solução que não é uma solução, porque discrimina de uma vez por todas. Como se os outros fossem anormais e uma outra parte não", disse. O projeto ainda precisa tramitar pelas comissões da Câmara antes de ir a votação em plenário.

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade