0

Aécio Neves é eleito presidente nacional do PSDB

18 mai 2013
15h34
atualizado às 15h39

O senador Aécio Neves foi eleito neste sábado presidente nacional do PSDB com 521 dos 535 votos (97,7%) dos delegados do partido, e ganhou ainda mais força como provável candidato da legenda às eleições para a presidência da República em 2014.

Aécio, de 53 anos, foi o mais votado na XI convenção nacional do PSDB, realizada em Brasília, e recebeu o apoio dos principais líderes do partido, entre eles o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

O novo presidente do PSDB pediu a união de toda a oposição ao governo de Dilma Rousseff visando as eleições presidenciais de outubro de 2014 e disse que sua legenda está "unida como nunca".

Embora tenha dito que hoje "não é o momento" de definir as linhas da campanha eleitoral, Aécio focou seu discurso em críticas ao governo Dilma.

"Não será fácil a nossa missão, mas está longe de ser impossível. Não vamos enfrentar apenas um partido, mas um partido que se encastelou no poder", afirmou, citando o PT.

Entre outras críticas, o líder opositor atacou a gestão macroeconômica, o aumento da inflação, as deficiências na educação, na saúde e na segurança pública do país.

Por outro lado, apresentou o PSDB como "o partido da ética", da estabilidade econômica, das políticas de transferência de renda para os pobres, da responsabilidade fiscal e "das privatizações que fizeram bem ao Brasil".

Aécio recebeu o apoio de vários nomes importantes do partido, entre eles o ex-candidato à Presidência José Serra e de FHC, um de seus mais próximos aliados.

"Chegou a hora da mudança, de um futuro melhor, conduzido por Aécio e com apoio unânime", afirmou o ex-presidente em seu discurso.

EFE   
publicidade