3 eventos ao vivo

SP: seis PMs são presos após abordagem que terminou em morte

10 dez 2012
06h50
  • separator
  • comentários

Seis policiais militares foram detidos neste domingo acusados de homicídio e tentativa de homicídio após abordagem a dois suspeitos na Vila Medeiros, zona norte de São Paulo. Segundo informações da rádio CBN , os policiais foram detidos após testemunhas contarem versões diferentes das apresentadas pelos PMs. Duas equipes participaram da ação, sendo que a primeira abordou dois suspeitos, entre eles um adolescente de 16 anos, que acabou morto a tiros. O segundo suspeito ficou ferido. De acordo com a versão dos policiais, houve confronto com os suspeitos.

Na segunda ocorrência deste domingo, ônibus foi incendiado na rua Capitão Alcook, no bairro de Vila Medeiros, zona norte de São Paulo
Na segunda ocorrência deste domingo, ônibus foi incendiado na rua Capitão Alcook, no bairro de Vila Medeiros, zona norte de São Paulo
Foto: Mario Ângelo / Agência Estado

Homicídios, estupros e roubos crescem em SP em 2012
Veja o mapa dos assassinatos em SP

Entre os PMs detidos, estão um tenente, um sargento, três soldados e um cabo, que serão transferidos para o presídio militar Romão Gomes. A abordagem desastrada dos policiais teria gerado revolta dos moradores, o que pode ter ocasionado o ataque a um ônibus na região do Parque Edu Chaves, ocasionando a morte de dois passageiros, que não conseguiram descer do veículo em chamas. Sete pessoas já foram presas pelo ataque.

Onda de violência
Desde o início do ano, 100 policiais foram assassinados no Estado. Desse total, 21 eram aposentados e três estavam em serviço. Além disso, o Estado continua a enfrentar um grande índice de violência. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, só na capital foram registrados 1.135 casos de homicídios dolosos entre janeiro e outubro, mais do que todo o ano de 2011. O mês de outubro foi o mais violento dos dois últimos anos na cidade, com 176 mortos. Em todo o Estado, foram 4.007 casos registrados desde janeiro.

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade