publicidade
25 de fevereiro de 2013 • 20h17 • atualizado às 20h21

SP registra alta de homicídios, latrocínios e estupros em janeiro

Principais índices de violência tiveram crescimento expressivo em janeiro de 2013, em relação ao mesmo período de 2012

 

O Estado de São Paulo registrou alta nos principais índices de violência em janeiro deste ano, em relação ao mesmo período de 2012. Segundo dados divulgados nesta segunda-feira pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), houve crescimento no número de vítimas de homicídio, tentativa de homicídio, latrocínio (roubo seguido de morte) e estupro.

A SSP contabiliza em janeiro deste ano 455 vítimas de homicídio em todo o Estado, o que representa uma alta de 17,8% em relação ao mesmo mês em 2012, quando 386 foram assassinadas em São Paulo. Em relação ao mês anterior, houve redução de 19,3%. Vale ressaltar, porém, que dezembro foi o segundo mês mais violento do ano passado no Estado, com 564 vítimas de homicídio doloso (quando há intenção).

Também houve crescimento nos registros de tentativa de homicídio: de 461 casos em janeiro de 2012 para 539 neste ano, alta de 16,9%. Em relação às vítimas de latrocínio, o Estado teve alta de 54,5% em relação a janeiro de 2012 (de 22 para 34 mortes) e de 13,3% em relação ao mês anterior (dezembro de 2012, quando foram registradas 30 vítimas de latrocínio). A SSP indicou aumento expressivo também nos casos de estupro no Estado, de 944 registros em janeiro de 2012 para 1.138 no primeiro mês deste ano (alta de 20,55%).

Capital acompanha índices
Na capital do Estado, o aumento dos índices de violência se repete. Ao todo, 109 pessoas foram assassinadas na cidade em janeiro deste ano, contra 92 no primeiro mês de 2012 (alta de 18,5%). Os casos de tentativa de homicídio subiram 9,5% (de 116 em 2012 para 127 no mês passado). Também houve crescimento nas ocorrências de latrocínio (114,3%, de 7 para 15 casos) e estupro (23,4%, de 218 para 269 casos).

Terra