0

SP: polícia prende mentor de roubo milionário em banco da Paulista

6 nov 2013
14h18
  • separator
  • comentários

A Polícia Civil de São Paulo prendeu, nesta terça-feira, o suspeito de organizar e executar a invasão ao cofre do banco Itaú na avenida Paulista em 2011. O crime, considerado um dos maiores roubos a banco do Brasil pela própria polícia, aconteceu entre os dias 27 e 28 de agosto daquele ano. A polícia acredita que o prejuízo tenha sido de milhões de reais.

Durante as investigações, policiais da 6ª Patrimônio (delegacia que investiga facções criminosas) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) descobriram que o homem estava no bairro do Bom Retiro, na região central da Capital.

Segundo o delegado Antonio de Olim, titular da Divisão de Investigações sobre Crimes Contra o Patrimônio, o preso recebeu pena de 18 anos de prisão pela invasão do cofre.

O crime
O assalto ocorreu entre a noite do 27 de agosto de 2011 e a madrugada do dia seguinte. Como os cofres eram particulares, não foi realizado um levantamento completo sobre os bens levados, mas a polícia acredita em um prejuízo de milhões de reais em joias.

A ação durou dez horas. A quadrilha entrou na agência do Itaú pela porta da frente e roubou cerca de 170 cofres, levando joias e dinheiro. O alarme estava desligado e o botão de pânico foi desativado pelos criminosos, que foram até o subsolo do prédio.

O boletim de ocorrência do roubo a banco foi registrado no dia 28 pelo delegado Rodrigo Fiacadori, plantonista do 78º Distrito Policial (Jardins), que foi à agência verificar a situação e solicitar perícia. Os policiais da 5ª Delegacia de Repressão a Roubos a Banco trabalharam, na oportunidade, com a Delegacia de Repressão a Roubo de Joias (DRRJoias), ambas do Deic.

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/infograficos/sistema-prisional-brasil/" href="http://noticias.terra.com.br/infograficos/sistema-prisional-brasil/">Sistema prisional do Brasil</a>
Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade