Polícia

publicidade
03 de março de 2014 • 21h51 • atualizado às 21h52

SP: polícia investiga se 4 mortes são de assassino em série

 

Após a morte de quatro pessoas na região do largo da Concórdia, no Brás, no centro de São Paulo, nos últimos nove dias, em circunstâncias semelhantes, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar se há um assassino em série agindo na região. Todas as vítimas foram mortas com facadas no pescoço e encontradas sem documentos e na calçada. As informações são do SPTV 2ª Edição.

Os dois primeiros assassinatos foram registrados no dia 23 de fevereiro. O corpo do músico Aislan Dantas dos Prazeres, 35 anos, foi encontrado por volta da 1h30, na rua Oriente. Três horas depois, a menos de 700 metros dali, na rua Joaquim Nabuco, o vendedor Walter Rodrigues Torres, 46 anos, foi achado ferido - ele morreu no hospital.

O terceiro crime foi na madrugada do dia 28 de fevereiro, a 300 do local do segundo assassinato, na rua Coronel Trancoso. A vítima era um homem que aparentava ter 50 anos. O último crime foi no domingo, às 3h, na rua Conselheiro Belizário, na mesma quadra do terceiro. A vítima foi um travesti com aproximadamente 45 anos.

Terra