1 evento ao vivo

SP: Polícia Civil prende suspeito de estuprar dentista na zona leste

6 ago 2013
22h56
  • separator
  • 0
  • comentários

A Polícia Civil de São Paulo capturou nesta terça-feira o suspeito de assaltar um consultório odontológico e estuprar duas mulheres, no dia 25 de julho, no Tatuapé, zona leste da capital paulista. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o homem foi detido por volta das 18h por policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE), no Viaduto Rangel Pestana, na região do Parque Dom Pedro II, no centro da cidade.

<p>O suspeito era foragido de um hospital psiquiátrico</p>
O suspeito era foragido de um hospital psiquiátrico
Foto: Divulgação

A equipe do GOE recebeu informações de que o foragido estava na região e ficou aguardando no local, quando viram o suspeito entrando num Honda CR-V cor branca. Dentro do carro estavam o tio e um primo do acusado.

Segundo o delegado do GOE Luiz Alberto Guerra, assim que foi abordado, o suspeito assumiu informamente envolvimento nos roubos, mas negou ter estuprado as vítimas. Seus parentes disseram apenas que tinham recebido um chamado dele pedindo que fossem encontrá-lo.

O homem foi levado para o 30º Distrito Policial (Tatuapé), onde o caso está sendo investigado. De acordo com o delegado titular do 30º DP, João Gilberto Pacífico, após o crime do dia 25 e divulgação da foto do homem, 11 vítimas de estupro já o reconheceram por fotografia. Agora, ele será submetido a reconhecimento pessoal.

A companheira do acusado já está presa temporariamente. Testemunhas disseram que ela compareceu à clínica odontológica acompanhada do suspeito. O delegado Pacífico informou, ainda, que irá pedir a preventiva da mulher e também do suspeito.

O homem é foragido do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP) Professor André Teixeira Lima de Franco da Rocha desde janeiro deste ano. Ele cumpria pena de 18 anos e oito meses de reclusão em regime fechado por ter cometido três estupros anteriormente. 

O crime
Segundo testemunhas, o homem marcou consulta dias antes no consultório. Ele aguardou uma paciente sair da sala de atendimento e, usando uma arma de pressão, obrigou a recepcionista, de 36 anos, e a dentista, de 37, a deitarem no chão.

Em seguida, levou a dentista para uma sala e cometeu o estupro. Voltando à primeira sala, o homem também abusou da recepcionista.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade