Polícia

publicidade
14 de novembro de 2012 • 01h04 • atualizado às 10h30

SP: PM é morto a tiros na porta de casa em Guarulhos

Policiais fazem perícia em frente à casa onde o PM foi assassinado
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press
 

O policial militar Edgar Lavado foi morto a tiro na noite desta terça-feira, no Jardim Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo. O militar chegava em casa de moto, quando foi baleado por três suspeitos em um carro.

Veja os ataques a PMs e ônibus incendiados em SP
Homicídios, estupros e roubos crescem em SP em 2012

Ao menos um dos tiros atingiu Edgar. Os criminosos fugiram sem levar nada e seguem foragidos. A vítima trabalhava na Corregedoria da PM e estava na corporação há 23 anos. Encaminhado para o hospital, o policial não sobreviveu.

Na madrugada desta quarta-feira, em Santana do Parnaíba, também na Grande São Paulo, outro PM foi baleado. Segundo a Polícia Militar, o soldado estava em uma viatura que perseguia assaltantes.

Durante a fuga dos suspeitos, houve troca de tiros e o PM acabou ferido. De acordo com a corporação, ele foi socorrido para um pronto-socorro da região. Não há informações sobre o estado de saúde do policial. Os criminosos conseguiram fugir.

Onda de violência
Desde o início do ano, ao menos 92 policiais foram assassinados no Estado. Desse total, 18 eram aposentados e três estavam em serviço. Além disso, o Estado continua a enfrentar um grande índice de violência. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, só na capital houve um crescimento de 102,82% no número de pessoas vítimas de homicídio no mês de setembro, em comparação ao mesmo período do ano passado. Em todo o Estado, a alta foi de 26,71% no mesmo período.

Terra Terra