0

SP: incêndio de hotel em São Bernardo foi criminoso, diz polícia

9 abr 2013
15h28
atualizado às 15h30
  • separator
  • 0
  • comentários

O incêndio que atingiu o Hotel Plaza Park de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, nesta segunda-feira foi criminoso, segundo a conclusão da Polícia Civil. Após a perícia feita na manhã desta terça-feira, o delegado Vitor Lutti, responsável pela investigação, foi taxativo ao descartar a hipótese de incêndio acidental. "O incêndio foi criminoso, isso posso dizer sem sombra de dúvidas", falou.

Segundo Lutti, durante o trabalho de rescaldo feito pelo Corpo de Bombeiros, foram encontrados “corpos de delito estranhos empregados para atear fogo no hotel”. Segundo o delegado, os objetos teriam iniciado o incêndio no quinto e no sétimo andar, quase que simultaneamente. “Esse corpo de delito foi jogado quase que simultaneamente, iniciando o fogo nos dois andares. As chamas, mais tarde, atingiram os quartos onde estavam os depósitos”, disse Lutti, se referindo aos quartos do quinto andar, que eram usados como depósito de colchões.

O delegado não divulgou qual seria o objeto utilizado para iniciar o incêndio, temendo que a informação prejudicasse as investigações. “Não posso dizer isso, pois pode interferir nas investigações. Mas posso dizer que o nosso trabalho já está bem encaminhado”, completou.

Ao ser questionado se as investigações já apontavam algum suspeito ou a possível motivação do crime, Lutti disse que essa informação ainda não foi descoberta. A próxima etapa agora, segundo o delegado, é continuar chamando testemunhas para depor sobre o ocorrido.

Durante o incêndio, quatro hóspedes sofreram intoxicação provocada pela fumaça e foram encaminhados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Bernardo do Campo. Todos já foram liberados e passam bem.

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade