0

SP: homem que estava com italiano morto é filho de ministro espanhol

24 jul 2012
06h21
atualizado às 12h21

O homem que acompanhava o italiano Tommaso Lotto, morto no sábado durante um assalto na avenida Nove de Julho, em São Paulo, é filho do ministro da Justiça da Espanha e ex-prefeito de Madri, Alberto Ruiz-Gallardón. José Ruiz-Gallardón Utrera, 26 anos, trabalha há menos de um ano em um escritório de advocacia em Madrid. Ele retornou à capital espanhola na segunda-feira.

Pessoas próximas do ministro pediram sensibilidade ao tratar sobre o caso e afirmaram que a família está preparando um comunicado a ser enviado à imprensa. Ontem, os familiares de Lotto reconheceram seu corpo no Instituto Médico Legal (IML) municipal.

O Crime
O bancário italiano Tommaso Lotto, 26 anos, foi morto por volta das 19h do dia 21 de julho, no cruzamento da avenida 9 de Julho com a avenida São Gabriel, na zona sul de São Paulo. Ele estava no carro de um amigo espanhol, quando foi abordado por dois homens em uma moto que tentaram assaltá-lo. Ao sair correndo, o europeu foi atingido por um disparo pelas costas.

O crime foi registrado no 14º distrito Policial, de Pinheiros, e os ladrões seguem foragidos. A vítima chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu. Dois dias após o crime, a investigação foi assumida pelo Departamento de Homicídio e de Proteção à Pessoa (DHPP).

Tommaso Lotto foi morto durante uma tentativa de assalto no sábado em São Paulo
Tommaso Lotto foi morto durante uma tentativa de assalto no sábado em São Paulo
Foto: Mauricio Camargo / Futura Press
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade