Polícia

publicidade
05 de março de 2012 • 17h02

SP: grávida de gêmeos é encontrada morta em quarto de hotel

 

Uma mulher grávida de gêmeos foi encontrada morta em um quarto de hotel em Osasco, na Grande São Paulo, por volta das 18h de domingo. Um homem de 30 anos, que estava hospedado no estabelecimento e já foi identificado pela polícia, é considerado o principal suspeito do homicídio. Às 16h50 desta segunda-feira, ele seguia foragido.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que o suspeito é "ex-companheiro" de Dalila Pereira de Andrade, 26 anos. Ele foi identificado por imagens do circuito de segurança do hotel, cujos funcionários prestaram depoimento dando conta de que o homem se hospedou no sábado e, no dia seguinte, Dalila, se anunciando como esposa, subiu com ele para o quarto. Por volta das 17h, foram ouvidos gritos e, em seguida, o suspeito saiu dizendo que iria buscar o jantar.

Desconfiando da atitude do cliente, os funcionários do hotel foram ao quarto do casal e encontraram Dalila morta em cima da cama. A Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados. Foram solicitados perícia e exame necroscópico, ainda aguardados pelo 5º DP de Osasco para determinar como a mulher - que, segundo cartão de gestante achado na peça, estava no sétimo mês de gestação - foi morta. O caso foi registrado como homicídio qualificado.

Terra