0

SP: 2 mil PMs continuam no Pinheirinho; 30 pessoas são presas

23 jan 2012
04h37
atualizado às 07h13

Cerca de 2 mil homens da Polícia Militar continuam na comunidade Pinheirinho, em São José dos Campos, a 87 km de São Paulo, depois de uma ação policial de reintegração que gerou um violento confronto entre moradores e a polícia. Na noite desse domingo, as famílias que viviam na região entraram em confronto com a PM, de acordo com informações da rádio CBN.

Carros e estabelecimentos comerciais foram incendiados. Pelo menos 30 pessoas foram presas e três ficaram feridas. A área é ocupada pelos invasores desde 2004 e, de acordo com um cadastramento do município de agosto de 2010, cerca de 1,6 mil famílias moram no local. O acampamento foi erguido sobre uma área que, segundo a prefeitura, pertence à massa falida da empresa Selecta, do grupo do empresário Naji Nahas.

Policial usa bomba de gás lacrimejante durante desocupação na manhã desse domingo
Policial usa bomba de gás lacrimejante durante desocupação na manhã desse domingo
Foto: Reuters
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade