0

RS: ladrões vestidos de PMs roubam R$ 30 mil de cofres de prefeitura

Polícia investiga se assalto desta madrugada em Parobé tem ligação com roubo a banco em Riozinho há 4 dias

8 abr 2013
10h56
atualizado às 11h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Três homens vestidos com uniformes da Polícia Militar gaúcha renderam um vigilante na madrugada desta segunda-feira e roubaram cerca de R$ 30 mil da prefeitura de Parobé (RS), a 80 quilômetros de Porto Alegre. Usando fardas da Brigada Militar e capuzes, os criminosos anunciaram o assalto, entraram no prédio e arrombaram dois cofres. O trio ainda tentou explodir um caixa eletrônico do banco Itaú, mas desistiu quando um alarme soou.

Os ladrões deixaram a prefeitura em um veículo Onix de cor prata, mas a polícia os perseguiu e houve tiroteio. Em meio à fuga, os três entraram em uma rua sem saída, que acaba em um matagal, e abandonaram o carro. Eles se embrenharam na mata e fugiram a pé. Policiais militares fizeram buscas pelos criminosos, mas nenhum havia sido encontrado até as 10h30 desta segunda-feira.

Os homens deixaram no veículo uma mala com parte do dinheiro roubado - R$ 5 mil -, além de um fuzil, um colete à prova de balas e munições. Segundo o delegado Rosalino Constante Seara, titular da delegacia de Parobé, evidências encontradas no local apontam que pelo menos um dos ladrões teria sido baleado durante a perseguição.

Polícia investiga ligação com assalto a banco em Riozinho
A Polícia Civil investiga se o roubo da última madrugada foi realizado pelos mesmos criminosos que, na última quinta-feira, assaltaram um banco no município de Riozinho, a 40 quilômetros de Parobé. Funcionários de uma agência do Banrisul localizada no centro da cidade foram rendidos por dois homens armados, que recolheram dinheiro do cofre e dos caixas eletrônicos.

A quantia roubada não foi informada. O delegado Joel Wagner, titular da Delegacia de Roubos do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic), investiga o assalto em riozinho. Ele enviou uma equipe a Parobé nesta segunda-feira, mas ainda não está definido se o caso será investigado pelo Deic.

A investigação também apura se os três homens que assaltaram a prefeitura de Parobé possuíam a chave de alguma sala do prédio. De acordo com o delegado Rosalino Seara, os criminosos usaram pés de cabra para arrombar os dois cofres.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade