Polícia

publicidade
30 de dezembro de 2012 • 17h11 • atualizado às 17h54

RJ: polícia interdita quartos de hotel após queda de bebê

Apartamentos similares ao da tragédia de sábado foram interditados no apart hotel da Tijuca
Foto: Mauro Pimentel / Terra
 

A Polícia Civil interditou parte do apart hotel de onde um bebê caiu e morreu, nesse sábado, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Todos os apartamentos do Hotel Paradiso All Suítes com o mesmo tipo de varanda onde estava Enrico Salazart Padilha Tavares, 1 ano e quatro meses, foram interditados.

A interdição faz parte da investigação para determinar a causa da queda da criança. A polícia busca descobrir se a morte de Enrico está relacionada à falta de estrutura da varanda de onde a criança caiu pouco depois da chegada dela e sua família ao local, onde planejavam passar o Ano-Novo.

Os pais prestaram depoimento na noite de ontem, e os donos do hotel também serão chamados a depor. O delegado da 16ª DP, da Barra da Tijuca, Robson Gomes, informou ontem que o caso será investigado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar.  Na próxima quarta-feira, o local deve passar por uma perícia do Instituto de Criminalístca Carlos Éboli (ICCE) e uma vistoria do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea).

Terra