Polícia

publicidade
07 de janeiro de 2011 • 08h50 • atualizado às 10h59

Rio: Bope faz operação na favela do Rato Molhado

A Polícia Militar, através do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), faz uma operação na Favela do Rato Molhado, no Engenho Novo, no Rio de Janeiro, na manhã desta sexta-feira. A PM informou que a ação tem como objetivo prender bandidos, apreender armas, drogas e recuperar veículos roubados.

Três pessoas já foram presas para averiguação e com um deles foi apreendida uma pistola calibre 45. Entre os indivíduos sob custódia, estão um homem e uma mulher grávida de seis meses que tentavam fugir da favela com uma mochila cheia de drogas. Os presos e o material foram levados para a 24ª DP (Piedade).

De acordo com o Bope, os três estavam em um baile funk com fugitivos da ocupação policial nos Morros do Quieto, Matriz e São João. Por volta de 5h, os militares invadiram a festa e evitaram atirar em decorrência do grande número de pessoas no local. Os criminosos dispararam e fugiram. Ninguém ficou ferido.

Na quinta-feira, 250 militares do Bope deram início à primeira fase para implantação da 14ª Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). Em pouco mais de 2 horas, os PMs ocuparam os Morros do São João, Matriz e Queito, também no Engenho Novo. Os batalhões de Choque (BPChq), 3º (Méier) e do 6º (Tijuca) deram apoio à ação ao montar barreiras nos acessos às favelas. Um caminhão, dois blindados (Caveirões) e uma retroescavadeira, usada para remoção de obstáculos, acompanham o trabalho.

De acordo com Secretaria de Segurança Pública, a pacificação do Engenho Novo beneficiará diretamente 12 mil pessoas, entre moradores e vizinhos, nos bairros da Abolição, Cachambi, Encantado, Engenho de Dentro, Engenho Novo, Jacaré, Lins de Vasconcelos, Riachuelo, Rocha, Sampaio, São Francisco Xavier, Água Santa e Todos os Santos.

A ação no Engenho Novo constitui a segunda etapa da parte final de pacificação da Zona Norte - a primeira foi concluída com a instalação, no dia 30 de novembro, da UPP do Morro do Macacos, em Vila Isabel. A Secretaria de Segurança Pública informou que uma terceira fase será necessária para que o programa chegue nos Morros do Encontro e da Cachoeirinha, já no Lins de Vasconcelos.

O Dia