5 eventos ao vivo

Polícia prende 9 pessoas durante a noite na região do Pinheirinho

25 jan 2012
10h24
atualizado às 10h30

A Polícia Militar de São Paulo informou que nove pessoas foram presas entre as 19h desta terça-feira e 5h da manhã desta quarta na região do Pinheirinho, em São José dos Campos, interior de São Paulo. De acordo com a PM, cinco dos detidos eram fugitivos da Justiça.

Na noite desta terça, outro veículo acabou senso incendiado nas proximidades da comunidade. Segundo a PM, uma van foi atingida pelas chamas. Ninguém ficou ferido e a polícia não localizou os autores do incêndio.

Ao todo, 14 veículos foram queimados desde o início da ação da polícia. O comando da PM espera concluir a ação de reintegração de posse até as 12h.

A reintegração
Desde o início da manhã de domingo, a PM cumpre uma ordem da Justiça Estadual para retirar cerca de 9 mil pessoas que vivem no local há sete anos e 11 meses. O terreno integra a massa falida da empresa Selecta, do investidor Naji Nahas. A Justiça Federal decidiu contra a desocupação do terreno, mas a polícia manteve a reintegração obedecendo ordem da Justiça Estadual.

Na semana passada, a juíza federal Roberta Monza Chiari havia suspendido temporariamente a reintegração de posse expedida pela 6ª Vara Cível da cidade. De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região, o comando da Polícia Militar recebeu uma ordem que determinava a suspensão imediata da reintegração de posse. O documento foi assinado pelo juiz plantonista Samuel de Castro Barbosa Melo, da Justiça Federal, a mando do Tribunal Regional Federal.

Após o impasse entre as duas esferas, O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Ari Pargendler, reconheceu que as decisões da Justiça estadual na ação de reintegração de posse devem ser respeitadas por todos, inclusive pelos demais ramos do Poder Judiciário.

A PM ocupa o terreno invadido desde domingo
A PM ocupa o terreno invadido desde domingo
Foto: Reinaldo Marques / Terra
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade