0

Polícia investiga envenenamento de 38 cães em abrigo no RS

3 fev 2012
18h07
atualizado às 18h10
  • separator

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul investiga a morte de 38 cães em um abrigo da Associação Assisense Protetora dos Animais (Aapa), no município de São Francisco de Assis, no interior do Estado. A suspeita é de que os animais tenham sido envenenados.

Os primeiros sintomas foram percebidos na manhã da última quarta-feira, quando membros da associação encontraram cães caídos no chão. Segundo Angelo Lamberty, dono da entidade mais conhecido como "Galeto", o crime possivelmente ocorreu durante a noite, período em que os cães ficam sozinhos no abrigo. "Nós conseguimos salvar três cães, dando azeite para forçar o vômito", disse Galeto.

O dono do abrigo, que reunia cerca de 90 cães, disse que chegou a receber reclamações de vizinhos quanto à presença dos animais no local. "Eu mantenho essa associação pra proteger os animais. Agora cometem esse extermínio. Eu quero que a lei seja cumprida", afirmou. "Agora eu estou esperando o laudo para saber que tipo de veneno foi. Depois, se possível, espero que a Justiça autorize buscas na vizinhança para achar a origem do veneno, para identificar os culpados", disse.

Veja também:

Foragido da justiça é preso em patrulhamento da Polícia Militar
Fonte: Terra
publicidade