Polícia

publicidade
01 de novembro de 2013 • 18h29 • atualizado às 19h26

PM morto em invasão do Fórum de Bangu é sepultado no Rio

Viúva de PM morto em tiroteio chora durante sepultamento no Rio
Foto: Celso Barbosa / Futura Press

O sargento da Polícia Militar Alexandre Rodrigues de Oliveira foi sepultado na tarde desta sexta-feira, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, zona oeste do Rio. Ele morreu ontem, após ter sido ferido numa tentativa de resgate de dois criminosos, que eram ouvidos pela Justiça no Fórum de Bangu, também na zona oeste. O resgate foi frustrado. No tiroteio entre policiais e bandidos, além do sargento, morreu o menino Kayo da Silva Costa, 8 anos.

O PM era casado e não tinha filhos. O pai do sargento, o aposentado Antonio Generoso de Oliveira, disse que o filho sempre desejou ser policial. "Ele fazia o trabalho com alegria. Desde jovem, dizia que queria ser PM. Isso machuca muito. Lá no fundo, só Deus sabe o que eu estou sentindo", lamentou.

Alexandre estava há 18 anos na PM, e era lotado no 14º BPM (Bangu). Na ação de ontem, ficaram feridos também outro PM e uma mulher. Hoje, o secretário de Segurança do Estado do Rio, José Mariano Beltrame, pediu a transferência para presídios federais de Alexandre de Melo e Vanderlan Ramos da Silva, que foram alvo da ação de resgate que terminou com as mortes. 

Agência Brasil