Polícia

publicidade
24 de outubro de 2013 • 09h58

PF prende líderes de quadrilha de contrabando de cigarros do Paraguai

Por mais de um ano, a PF apreendeu vários veículos com cigarros contrabandeados do Paraguai
Foto: PF / Divulgação

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira 18 homens suspeitos de liderar uma quadrilha de contrabando de cigarros do Paraguai ao Brasil. Dezessete foram presos em Foz do Iguaçu (PR), na fronteira entre os dois países, e um foi preso em Belém (PA). A investigação foi feita pela Operação Dupla Face, realizada com o apoio da Receita Federal.

<a data-cke-saved-href="http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/batismo-de-fogo/" href="http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/batismo-de-fogo/">Os nomes “inusitados“das operações policiais</a>

A PF também fez buscas, determinadas por mandados judiciais, nos municípios paranaenses de Santa Terezinha de Itaipu e Medianeira, além de Belém. As investigações sobre a quadrilha começaram há mais de um ano.

Quadrilha usava batedores para evitar policiais
De acordo com a apuração da PF, o grupo utilizava veículos como "batedores", que seguiam à frente dos caminhões que transportavam o contrabando. Eles informavam sobre pontos de fiscalização na BR-277, rodovia pela qual as cargas eram direcionadas para todo o Brasil. Faziam parte da quadrilha servidores públicos e pessoas que trabalhavam na rodovia.

Ao longo das investigações, 35 pessoas foram presas em flagrante - a maioria motoristas e batedores. A PF também apreendeu R$ 30 milhões em mercadorias durante a apuração, além de 26 veículos - a maioria carretas e caminhões carregados com cigarros.

Terra