1 evento ao vivo

PF autoriza acesso de defesa de Protógenes a processo

29 abr 2009
19h09

Marina Mello

Direto de Brasília

A Polícia Federal autorizou a defesa do delegado Protógenes Queiroz a ter acesso ao processo disciplinar ao qual ele responde na Corregedoria da corporação por ter participado de um comício político em Minas Gerais. Segundo a superintendência da PF no Estado, a autorização foi concedida há cerca de uma semana, mas, até agora, nenhum dos advogados entrou em contato com a PF para ter acesso aos detalhes do processo.

O comando da PF decidiu no início do mês afastar Protógenes da instituição até que a investigação seja concluída. O processo pode resultar na demissão do delegado, caso seja comprovada a infringência de normas da corporação, como o ato de falar pela instituição durante o comício político.

Protógenes nega que tenha falado em nome da Polícia Federal. De acordo com as normas da corporação, servidores da ativa são impedidos de se envolverem em campanhas políticas. Protógenes é investigado porque teria dado apoio a Paulo Tadeu Silva D'Arcádia, candidato a prefeito pelo PT na cidade de Poços de Caldas, no interior de Minas Gerais. O comício foi realizado em setembro do ano passado. O processo tem prazo de duração de 30 dias, prorrogáveis por mais 30.

O delegado Protógenes também responde a um processo disciplinar por suspeitas de vazamento de informações da Operação Satiagraha. Ele foi indiciado por quebra do sigilo funcional e violação da Lei de Interceptações.

Fonte: Terra
publicidade