Polícia

publicidade
18 de novembro de 2009 • 19h15

Pai que jogou filho de prédio deixou recado para criança no Orkut

De acordo com testemunhas, Cássio Rodrigues estava inconformado com separação
Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação
 

Cássio Rodrigues, o homem que jogou seu filho de 2 anos do 18º andar e depois pulou, na manhã desta quarta-feira, chegou a colocar um texto dedicado à criança no site de relacionamentos Orkut. Nele, Cássio demonstra um grande afeto pelo garoto e o chama de "meu filho amado".

O texto apócrifo, com frases como "que nenhum temor imaginário perturbe sua serenidade" e "que você reconheça o amor de sua família", pode ser encontrado facilmente em páginas de buscas. Vários usuários do site de relacionamentos costumam reproduzir textos como esse em suas páginas.

No Orkut existem duas comunidades dedicadas ao garoto. Na descrição, Cássio escreveu "uma pequena homenagem a meu filho. Que Deus te abençoe, Pedro".

De acordo com o delegado do 16º Distrito Policial (Vila Clementino) Carlos Henrique Fabrini, o homem deixou um bilhete para a ex-mulher dizendo que a amava muito. A nota, afirma o delegado, foi deixada na quarta-feira no apartamento da mulher. De acordo com testemunhas, Rodrigues estava inconformado com a separação do casal, há cerca de seis meses.

Ele tinha liberdade para visitar o filho e, na manhã desta quarta-feira, por volta das 10h, chegou ao apartamento, sendo recebido pela babá. A mulher o deixou brincando com o filho e foi à lavanderia. Em seguida, ouviu o barulho da porta batendo e concluiu que o pai havia saído com o menino.

O chefe de Cássio e a mãe dele chegaram a ir ao prédio antes da queda. A mãe dele recebeu telefonema do filho pedindo desculpas por algo que eventualmente tivesse feito e causado sofrimento a ela. Ao chefe, ligou chorando e agradecendo por tudo o que fizeram por ele.

Um vizinho, que é investigador da polícia, afirmou ter separado uma briga do casal em março deste ano, quando eles se separaram. O delegado diz acreditar em um "ato tresloucado" de Rodrigues.

Três viaturas do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local, mas, ao chegarem, constataram a morte das duas vítimas.

Terra