0

Novos equipamentos do Bope ganham o apelido de 'Transformers'

11 ago 2009
08h59
atualizado às 14h33

Vania Cunha


Uma frota de veículos gigantes, pesados, capazes de destruir qualquer obstáculo se transformou em realidade para a tropa de elite da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro. Os novos equipamentos adquiridos pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) - uma linha de veículos especialmente encomendados para destruir barricadas do tráfico nas favelas - começaram a chegar à unidade esta semana e ganharam, dos policiais, o apelido de "Transformers Caveiras".

Os equipamentos começaram a ser entregues esta semana
Os equipamentos começaram a ser entregues esta semana
Foto: André Mourão / O Dia

O projeto de equipar a Unidade de Demolição do batalhão com pá mecânica, retroescavadeira, caminhões e trator de esteira surgiu há dois anos, mas só entrou em prática há cerca de 40 dias, quando a primeira compra foi feita. Cada veículo custou cerca de R$ 200 mil, seguindo as necessidades das ações do batalhão.

"Fizemos um estudo para ver o que realmente precisávamos no cenário que temos hoje nas favelas. O Bope usava equipamentos emprestados, que nem sempre estavam disponíveis e, caso houvesse danos, era preciso arcar com os custos. É um excelente investimento e que vai devolver às pessoas seu direito de ir e vir", contou o tenente-coronel Alberto Pinheiro Neto, ex-comandante do Bope e idealizador do projeto.

O primeiro veículo entregue ao batalhão foi uma pá mecânica, que tem alcance de 6 m de comprimento e é capaz de retirar obstáculos a uma altura de até 5 m. Ela é equipada com um rompedor - pinos que perfuram e destroem blocos de concreto. De perto, o "transformer" impressiona: são 3 m de altura, uma grande pá na frente para a retirada de destroços e cabine com ar-condicionado para o piloto. O veículo foi todo pintado de preto, a cor-símbolo do Bope.

Está prevista ainda a chegada de uma retroescavadeira, que possui um martelo hidráulico para quebrar muros. Os veículos serão blindados para entrar em ação. A ideia é que eles entrem à frente da tropa para garantir o acesso livre dos policiais e, depois, a chegada de serviços públicos, como coleta de lixo, iluminação, consertos e entregas.

Trator de 15 t é o próximo equipamento
Segundo Pinheiro Neto, as próximas aquisições serão um trator-esteira - de 15 t e capaz de transpor obstáculos grandes. O veículo é uma espécie de caminhão para transporte da tropa e um guincho que levanta objetos pesados.

O policiais que integram da Unidade de Demolição do Bope são especializados em explosivos. Eles participaram da derrubada de uma base erguida por traficantes da Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, no ano passado. Somente em 2008, a unidade derrubou cerca de 75 muros de contenção, barricadas e "bunkers" construídos por traficantes de drogas.

Além da nova frota blindada, a unidade também vai ganhar explosivos especiais, para a utilização em comunidades, evitando o risco de danos à população.

Satisfeito com a aquisição dos novos equipamentos, o comandante do Bope, coronel Paulo Henrique Moraes, comemora. "Será muito útil. Infelizmente, os criminosos tentam restringir nossos movimentos e nos obrigam a usar esse tipo de material para garantir a lei".

O Dia O Dia - © Copyright Editora O Dia S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O Dia.

compartilhe

publicidade
publicidade