PUBLICIDADE

Trânsito

Novo laudo aponta que Thor Batista estava a até 115 km/h em atropelamento

9 abr 2013 - 17h40
(atualizado às 18h00)
Compartilhar
Exibir comentários
<p>No dia 12 de março de 2012, Thor atropelou e matou, na rodovia Washington Luís, em Duque de Caxias (RJ), o ajudante de caminhão Wanderson Pereira dos Santos, 30 anos, que estava em uma bicicleta na via</p>
No dia 12 de março de 2012, Thor atropelou e matou, na rodovia Washington Luís, em Duque de Caxias (RJ), o ajudante de caminhão Wanderson Pereira dos Santos, 30 anos, que estava em uma bicicleta na via
Foto: Reprodução

O novo laudo da perícia do atropelamento de um ciclista pelo carro conduzido pelo filho do empresário Eike Batista, Thor Batista, divulgado nesta terça-feira pelo Departamento Geral de Polícia Técnico e Científica (DGPTC) da Polícia Civil do Rio de Janeiro, aponta que o veículo estava em uma velocidade entre 100 km/h e 115 km/h no momento do acidente. A velocidade permitida no trecho da rodovia Washington Luís em que ocorreu o acidente é de 110 km/h.

Laudo anterior, que apontava que Thor estava a 135 km/h na hora do atropelamento, foi retirado do processo no dia 21 de fevereiro deste ano, mesmo dia em que o filho do empresário recuperou o direito de dirigir, após a Justiça revogar a medida cautelar que suspendia a carteira de habilitação dele.

Os advogados de Thor pediram a exclusão do laudo e alegaram que o documento foi apresentado sem o conhecimento prévio deles, na audiência do dia 13 de dezembro do ano passado. Os peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli haviam constatado que Thor dirigia a mais de 110 km/h, que é a velocidade máxima permitida naquele trecho da rodovia Washington Luís. 

Fonte: Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade