Polícia

publicidade
04 de agosto de 2010 • 11h54 • atualizado às 11h59

Mulher mata marido com um tiro após briga em SP, diz polícia

 

Um guarda civil metropolitano de 38 anos foi morto com um tiro pela mulher por volta da meia-noite desta quarta-feira, na casa onde o casal morava, na rua Mosaico Português, bairro Jardim Mirna, zona sul de São Paulo.

Na residência, a Polícia Militar encontrou o guarda baleado com um tiro no rosto. Ele foi levado para o hospital Grajaú, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com a Polícia Civil, a mulher - uma açougueira de 26 anos - confessou o crime. Ela contou aos policiais que vinha sofrendo agressões físicas e psicológicas há anos pelo marido e que ele ameaçaca matá-la e desaparecer com os filhos.

A mulher contou ainda que, após uma briga em que ela teria sido espancada, o marido dormiu e ela aproveitou para pegar a arma dele e matá-lo. A arma foi apreendida e encaminhada à perícia. A mulher foi presa em flagrante por homicídio doloso.

Redação Terra