1 evento ao vivo

MS: mãe teria ajudado padrasto a matar seu filho a facadas

22 mar 2010
12h47
atualizado às 13h44
  • separator
Celso Bejarano
Direto de Campo Grande

Uma adolescente de 15 anos de idade confessou, nesta segunda-feira ter ajudado a matar com golpes de faca o próprio filho, de 1 ano, com a ajuda do namorado, de 19 anos, em Corumbá (MS), na fronteira com a Bolívia. Inicialmente, apenas o padrasto havia sido preso, mas em depoimento, a mãe confessou ter participado do crime, e também foi detida. Os dois planejaram se livrar da criança para viver em outra cidade, segundo apurou a polícia.

O crime aconteceu no bairro Cristo Rei, um dos mais populosos de Corumbá, cidade de 100 mil habitantes. A mãe da criança participava do aniversário de outra criança, parente do ex-marido e pai do menino.

Minutos após sair da festa, por volta da meia-noite, ela retornou ao local aos gritos, dizendo que o namorado dela havia matado a criança por ter ficado com ciúmes. A festa acontecia na casa do ex da adolescente. O suspeito foi preso logo depois.

O casal teria matado a criança porque não tinha com quem deixá-la. Segundo depoimento da mãe, ela teria segurado a criança enquanto o suspeito desferia os dois primeiros golpes no peito da criança. "Não fui eu exatamente (que matou a criança), mas participei das duas primeiras facadas", afirmou a adolescente conforme a polícia.

Depois disso, segundo o depoimento, ela saiu correndo atrás de socorro, enquanto o namorado aplicava mais seis golpes no menino. A criança morreu a caminho do hospital.

Veja também:

Encerrada distribuição de senhas para vacinação contra a Covid-19 em Toledo
Fonte: Especial para Terra
publicidade